Poesias

http://sitedepoesias.com/poetas/Felicio+Pantoja++(Licinho)

 

Felício Pantoja Campos da Silva Junior

 

"Sou apenas mais uma voz que neste momento ecoa dentro do teu coração!"

"Quem ouvirá as palavras de um moribundo que bem lá no fundo disse verdades malditas?
Quem se importará com o que fala aquele que ninguém quer ouvir!
Gritos! Gritos! Para dizer em silencio ao teu ouvido o que o mundo não deve saber...
É a chaga que carregas no peito porque depois de tanto falar, nada pode dizer.
Ouvirás a voz muda das palavras ocultas expressadas em gestos, jeitos e trejeitos do rosto, do corpo ou das mãos?
A voz que não quisera ouvir, hoje diz para ti, ouça pelo menos as palavras deste teu coração!"
(Licinho)

 

Segue abaixo algumas das poesias que podem ser encontradas no site acima:

Sedução

Um sorriso que me deixa zonzo                                                                      Um olhar, uma imaginação,
Um hálito, tal qual feromônio,
Um convite, uma sedução!
Sem que saiba teu corpo convida,
Cheia de vida quer repartir.
Tens nos olhos um desejo maroto,
Sem que fales até posso te ouvir!
 
O teu corpo uma estrada sem fim,
Tuas formas, o teu modo menina,
Tua pele, teu charme e elegância,
Tudo isto em ti me fascina!
Teus cabelos, teus cachos, tuas tranças,
De esperança bate o meu coração,
Eu te vejo desta forma minha musa!
Tudo em ti me dá inspiração!
 
Me seduz com este teu silêncio,
Quando falas, pronto estou a escutar,
Se te vais fico observando,
Teu molejo, tua forma de andar!
Sedutora, porém inocente,
Sem saber, exacerba teu charme,
Fruto maduro no pé a colher,
Alimenta a fome da carne.
 
Inocência, tua voz é tão linda!
Menina neste corpo mulher.
Haja visto, que despertes desejos!
Qual o homem que não te quer?
O odor que teu corpo exala,
Nunca senti um perfume igual,
É do tipo que mexe na alma,
Sedutora com um toque fatal!
 
Bem tu sabes o que quero dizer,
São segredos que tua mente conhece,
Não precisa sequer responder
Teu sorriso, por ele se percebe!
A resposta o teu corpo já deu,
Basta sentir o teu peito pulsando,
O desejo que agora ele aflora,
Isto pode acabar nos matando!

 

(Felício Pantoja Campos da Silva Junior)

 
 

 

 

 

 

O que é Dele Retorna a Ele

 

 

 

Faculdade Da Vida

 

 

 

Palavras, meras palavras...

 

 

 

Ele é Tudo Para Mim...

 

 

 

Daltonismo Social

 

 

 

Eu Não Sou Deus

 

 

 

Choro Pela Minha Araucária

 

 

 

Lamento de um Sertanejo

 

 

 

A Graça da Menina Mulher

 

 

 

Delírios de Poeta

 

 

 

Barreiras do Impossível

 

 

 

Companheira

 

 

 

Agradeço-te Senhor!

 

 

 

Duplo Eu

 

 

 

Valeriana

 

 

 

Ladrão Por Excelência

 

 

 

Verdadeira Amante

 

 

 

Néctar de Mulher

 

 

 

Eu Quero Ser

 

 

 

Alucinógeno